quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Acusados de matar agente penitenciário federal em Mossoró vão a júri popular

Julgamento está marcado para quinta feira dia 14 de dezembro. Lucas Barbosa Costa que era natural da cidade de Teresina no Piauí, foi morto no dia 17 de dezembro de 2012.
Está marcado para a manhã desta quinta-feira (14) em Mossoró, na região Oeste potiguar, o júri popular dos quatro acusados de participação no assassinato do agente penitenciário federal Lucas Barbosa Costa, de 22 anos. Natural de Teresina, no Piauí, ele foi encontrado morto no dia 17 de dezembro de 2012 na zona rural de Mossoró.
Segundo a assessoria de comunicação do Tribunal de Justiça Federal do RN, o julgamento está previsto para começar às 8h no Fórum Municipal Desembargador Silveira Martins, e será presidido pelo juiz federal Orlan Donato Rocha, titular da 8ª Vara Federal.

Imagem
Emerson Ricardo Candido de Morais - Expedito Luis de Carvalho - Luciedson Soares da Silva - Antonio Vieira Ribeiro Junior: G1 com Imagens exclusivas do Câmera

Sentam no banco dos réus:
• Expedito Luís de Carvalho, mais conhecido como ‘Luizinho’
• Emerson Ricardo Cândido de Moraes, o ‘Magão’
• Luciedson Soares de Silva, chamado de ‘Pirrola’
• Antônio Vieira Ribeiro Júnior, que atende pelo apelido de ‘Juninho Queimado’
O caso
O Ministério Público Federal pediu a condenação dos acusados por homicídio qualificado, ocultação de cadáver e associação criminosa. A denúncia considera que o crime foi cometido por motivo fútil, de forma cruel e mediante meio que dificultou a defesa da vítima.
As investigações apontaram que, no dia do assassinato, por volta das 19h, o grupo estava realizando assaltos a casas no bairro do Alto de São Manoel, quando abordaram e dominaram a vítima no momento em que Lucas Barbosa se aproximava de sua casa. Ao identificar que se tratava de um agente penitenciário federal, os quatro decidiram matá-lo.
Ainda de acordo com a acusação, parte do grupo entrou no carro do agente e seguiu em direção à estrada da Raiz, enquanto o restante acompanhava o trajeto em outro veículo. Ao chegar ao destino, eles vestiram o uniforme de agente penitenciário na vítima e amarraram Lucas. Os denunciados atiraram pelo menos 14 vezes com pelo menos três pistolas.
O inquérito policial apurou que os quatro eram integrantes de uma quadrilha ainda maior, e também responsáveis por diversos outros crimes na cidade de Mossoró. Logo após assassinarem o agente, os acusados ainda esconderam o corpo do agente no matagal e colocaram fogo no carro dele.
As investigações também indicam que ‘Luizinho’ colocou seu chip no celular do agente penitenciário e fez diversas ligações para os demais membros da quadrilha, como forma de se comunicar diretamente do carro do agente com o outro automóvel utilizado na fuga.
“Nesse cenário, avulta que a intenção dos réus, após descobrirem que a vítima era um agente penitenciário federal, foi a de por fim à vida de Lucas Barbosa Costa, uma vez que este não fez um único disparo sequer e nem reagiu à suposta tentativa de assalto, enquanto os réus efetuaram mais de 14 tiros, todos eles certeiros e a maioria em regiões vitais, como tórax e cabeça”, descreve

peração cumpre mandado de busca e apreensão em Paracuru; Civil na casa do prefeito

Uma operação do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) e da Polícia Civil acontece na manhã desta quarta-feira (13) em Paracuru e Paraipaba. Segundo as primeiras informações, está sendo cumprido mandado de busca e apreensão para apurar envolvimento de pessoas do município em fraudes. Os policiais estiveram na casa do prefeito de Paracuru, Ribamar (PSDB), e da ex-prefeita Joana Batista, em Paraipaba.

Joana Batista e pai são afastados da Prefeitura de Paracuru por suspeita de fraude

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio Procuradoria dos Crimes Contra a Administração Pública (PROCAP), deflagrou na manhã desta quarta-feira (13/12) a Operação Cascalho do Mar, que investiga crimes de fraude em licitação, associação criminosa e corrupção praticados por agentes públicos da Prefeitura Municipal de Paracuru e empresários. A Operação cumpriu medidas cautelares de prisões preventiva e temporária, busca e apreensão, condução coercitiva e afastamento de gestores públicos de Paracuru. Os mandados, expedidos pela desembargadora Lígia Andrade de Alencar Magalhães, foram cumpridos em Paracuru, Fortaleza, Tauá, Eusébio, Caucaia e Groaíras.
O prefeito de Paracuru, José Ribamar Barroso Batista, conhecido na região como Ribeiro, foi conduzido coercitivamente e afastado do cargo. Além disso, ele foi preso em flagrante por porte ilegal de armas. Foram presos preventivamente Ranieri de Azevedo Batista, filho do prefeito de Paracuru, e os empresários Alonso de Melo Feitosa e Gabriel Ilário da Silva. Também foram presos, temporariamente, Joana D’Arc Batista Carvalho, chefe de Gabinete e filha do prefeito de Paracuru, Érica da Silva Brasil, secretária de Governo de Paracuru e o empresário Ricardo Henrique Lemas. Os presos foram encaminhados para o Centro de Triagem e Observação Criminológica, em Caucaia.
Foram conduzidos coercitivamente o contador José Wellington da Silva; Pedro Paulo Quirino, presidente da Comissão de Licitação da Prefeitura de Paracuru; Werley Sales Pinheiro, secretário de Infraestrutura de Paracuru; Sinval Ribeiro de Almeida, secretário de Segurança Patrimonial, Cidadania e Trânsito de Paracuru; Diana Jaqueline Mendes Meireles, secretária de Educação de Paracuru; Camylle Alcoforado Pinho Costa, secretária de Saúde de Paracuru; Ricardo de Azevedo Alves, secretário de Turismo, Cultura e Meio Ambiente de Paracuru; e os empresários José Luís Nunes Tavares e Sandra Elisabeth Arruda. As oitivas estão acontecendo no Fórum de Paracuru e também na sede da PROCAP, em Fortaleza.
As empresas investigadas são: Petróleo Nosso (Paracuru); São Jorge Locação e Construção (Fortaleza); Terra Sol Transporte e Locações (Eusébio); Pádua Empreendimentos (Groaíras); e Onzemais Serviços e Locações (Fortaleza). A Operação Cascalho do Mar contou com a participação de 28 equipes compostas por membros da PROCAP, do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (GAECO), do Núcleo de Investigação Criminal (NUINC), além de promotores de Justiça de Fortaleza e do interior e policiais civis e militares. De acordo com a procuradora de Justiça Vanja Fontenele, coordenadora da PROCAP, durante a Operação foram apreendidas armas, munições, dinheiro, farto material de provas e, em um posto de gasolina, foi identificado combustível adulterado. Tudo será analisado, ao longo do dia, pelas equipes do MPCE.

Rua em Fortaleza fica sem energia elétrica após roubo de fiação dos postes

Moradores da Rua Vila Lobos, no Bairro Parangaba, em Fortaleza, estão sem energia elétrica por quase 24 horas. De acordo com os moradores do local, a companhia de energia elétrica foi acionada, e eles deram prazos diferentes, mas até a publicação desta matéria não estava consertado o problema.
O que mais revolta a população é que tudo isso foi causado pelo roubo da fiação elétrica, como agentes da própria Enel constataram ao visitar o local. Comerciantes lamentam a falta de energia e a perda dos produtos.
“Vendo refrigerante, água e dindin, e tudo ficou perdido que estava na geladeira”, lamenta.
Uma senhora que vive com sonda e precisa de um ventilador por ficar sempre deitada estava passando mal. “Tivemos que colocar ela aqui fora, na calçada para ela pegar um ventinho, mas ela está pedindo o ventilador e a base de repelente”, disse a cuidadora.
Por meio de nota, a Enel Distribuição Ceará informou que uma equipe foi enviada ao local na noite desta segunda-feira, 11, na rua Villa Lobos, no bairro Parangaba, e a situação já foi normalizada às 23h.

Réguas do Pereira de Miranda são furtadas. Quase no período chuvoso e o açude ainda não recebeu limpeza
Dados do Portal Hidrológico do Ceará mostram que, na última segunda-feira (11), o açude Pereira de Miranda estava com aproximadamente 1,09% de sua capacidade máxima, ou seja, cerca de 3 milhões e 900 mil metros cúbicos de água. Contudo, o sistema, que é monitorado pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) e pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), não foi atualizado com informações mais recentes, dos últimos dois dias, do Pereirão.

O motivo da falta das atualizações é que as réguas que acompanham o volume hídrico do reservatório foram furtadas por um ou mais indivíduos. A autoria do crime, de natureza federal, ainda é desconhecida. 

As réguas são feitas de madeira, e o valor financeiro é baixo. No entanto, o prejuízo pela retirada e desaparecimento são altos, já que para colocar outras, nos locais certos e com informações precisas, é necessário um dia de trabalho de equipe técnica e especializada.

Além do sumiço do material, dos 6 anos de seca, da evaporação e do consumo elevado, o Pereira de Miranda tem sofrido com a poluição de seu interior. Em uma rápida caminhada é possível encontrar sacolas, garrafas plásticas de água e bebida, latas de cerveja, embalagens de quentinhas, chinelos abandonados e fraldas descartáveis usadas. O material é oriundo de visitas de turistas e moradores do próprio município que, ao terminar a diversão, deixam os resíduos abandonados no solo.

Quase no meio do mês de dezembro, aproximando-se da quadra chuvosa de 2018, ainda não foram realizados trabalhos de limpeza pelo órgão competente, o Departamento Nacional de Obras Contra As Secas (Dnocs), nem concedida aprovação para que a Prefeitura Municipal realize o serviço. Embora ainda não haja um prognóstico oficial da Funceme para o inverno do próximo ano, as expectativas são altas e há possibilidade do Pereira de Miranda receber uma boa recarga.

Nas margens do Pereira de Miranda está instalado o sistema da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) responsável pelo abastecimento da Sede do município. No mesmo local, estão presentes espécies vegetais flutuantes devido ao acúmulo de matéria orgânica, que fornece nutrientes para que as plantas cresçam e se multipliquem, dada a pouca renovação da água. "Por não haver limpeza, as plantas, muitas vezes, acabam entrando no cano e o entupindo. Quando isso ocorre, muitos bairros ficam desabastecidos", informa um funcionário da Companhia, que espera ação resolutiva por parte do Dnocs. Acompanhe o vídeo:

terça-feira, 12 de dezembro de 2017


Rogério 157 pode ficar no Rio se firmar acordo de delação premiada

Afirmação foi feita pelo secretário Roberto Sá durante um encontro para discutir medidas de segurança pública para o Brasil e, especificamente, para 

Rio - O traficante Rogério 157 pode ficar no Rio de Janeiro se firmar um acordo de delação premiada. A afirmação foi feita pelo secretário de Segurança Pública do Rio, Roberto Sá, durante um encontro nesta terça-feira na Escola Sperior de Guerra, na Urca, na Zona sul do Rio, para discutir medidas de segurança para o Brasil e, especificamente, para o Rio de Janeiro. 

Secretário de Segurança, Roberto Sá Severino Silva/ Agência O DIA

"Se os investigadores tiverem uma linha de delação e que isso favoreça a descoberta de outros criminosos acima dele e que impacte na segurança do Rio, é óbvio que poderemos rever sua transferência", disse Sá. 
"No entanto, até agora, ninguém me apresentou nada oficial e eu não posso ficar esperando. O pedido de remoção foi feito e se surgir a possibilidade de uma delação vamos avaliar o custo beneficio para que ele possa fazer nessa delação entrega de outras estruturas do crime e com isso possamos melhorar a segurança do Rio", continuou Sá. 
Ainda de acordo com o secretário, ainda não há data para a transferência de Rogério, mas o pedido já foi feito. 
Também participaram do encontro o Ministro da Defesa, Raul Jugmann, e o comandante da Escola Superior de Guerra, General Décio Luís Schons. 
Forças Armadas até 2018
Após o encontro, Raul Jungmann disse que as Forças Armadas continuam no Rio de Janeiro até dezembro do ano que vem. "Enquanto durar essa emergência, acho que temos que permanecer aqui. Pois o Rio de Janeiro vive um momento crítico na segurança e o Rio representa a imagem do Brasil no exterior. Por isso que é importante a necessidade de se resolver o problema (da violência). Nesse momento o Rio de Janeiro precisa de apoio e por isso, enquanto durar essa crise temos que apoiar o Rio e ajudar a superar esse problema", disse o ministro.

Secretaria Municipal de Pentecoste informa datas para matrículas do ano letivo de 2018

A Secretaria da Educação de Pentecoste informa em primeira mão as datas da matrículas dos educandos para o ano letivo de 2018. As matrículas para os veteranos vão do dia 26 a 29 de dezembro de 2017. Já os estudantes novatos terão do dia 02 ao 15 de janeiro.

A grande novidade da #SmePentecoste para o ano de 2018 fica por conta das vagas disponibilizadas para as crianças de 2 anos completos ou que completarão 2 anos até 31 de março de 2018.

Polícia faz limpa na cadeia de Canindé e encontra mais celulares do que em loja

Policiais do Grupo de Apoio Penitenciário (GAP), da Polícia Militar realizou uma operação na manhã desta terça-feira (12) na Cadeia Pública de Canindé, no Sertão Central do Ceará.

Foram encontrados durante uma vistoria realizada pelos policiais, celulares, carregadores, chips, baterias, pendrive, cartão de memória, papelotes de cocaína e uma balança de precisão.
De acordo com informações da polícia, todo o material encontrado será encaminhado para a Delegacia Regional de Canindé.

Homem que incendiou casa com a família dentro estuprava e ameaçava enteada, denuncia jovem.

A mulher de 44 anos que foi queimada pelo marido dentro da residência já sofria ameaças antes do ocorrido. A filha mais velha da vítima, Rafaela Barros, de 25 anos, já desconfiava da conduta do padrasto, mas não imaginava que ele fosse capaz de fazer aquilo.

“Eu sempre tive um ‘pé atrás’ com o relacionamento da minha mãe com ele. Eu sempre fiquei desconfiada”, afirma Rafaela, em entrevista ao programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT.

Com a mãe hospitalizada no Instituto Doutor José Frota (IJF), em Fortaleza, Rafaela ficou responsável por cuidar das suas duas irmãs mais novas – uma adolescente de 13 anos e uma criança de seis anos, filha do casal.

De acordo com Rafaela, a irmã mais nova contou que, durante as brigas entre o casal, o pai jogava itens inflamáveis e ameaçava assassinar a esposa queimada e também as filhas. Além disso, a criança revelou a irmã que Paulo, o homem que ateou fogo na residência, havia dito que não ia matá-la queimada, mas com golpes de faca.

“Ele cortou o “osso mole” da orelha dela. Ela disse que ele falava assim: ‘Papai não vai te matar com fogo. Papai vai te matar com faca'”, disse Rafaela, em entrevista ao Barra Pesada.

A adolescente de 13 anos foi abusada sexualmente quando foi morar com a mãe e o padrasto aos seis anos. De acordo com Rafaela, que escutou o relato da irmã, o homem ameaçava a enteada de matá-la com uma faca durante a madrugada caso dissesse a alguém sobre os abusos.

“Ele (Paulo) ameaçava a minha irmã com uma faca de madrugada enquanto pegava nas partes íntimas”, cvontou.

Caso

Um homem identificado como Paulo é suspeito de atear fogo na casa em que morava com a família no bairro Dias Macedo, em Fortaleza. Sua esposa, a enteada de 13 anos e uma criança de seis, filha do casal, conseguiram escapar do crime.
Entretanto, a mulher de 44 anos se encontra em estado grave com queimaduras de 3º grau e segue hospitalizada no Centro de Tratamento de Queimados do Instituto Doutor José Frota (IJF).

Due acordo com Rafaela, a mulher não tem mais pele e está com 70% do seu corpo queimado. O suspeito tentou tirar a própria vida com um facão e segue também hospitalizado com escolta policial.
Lula e Bolsonaro podem ser condenados, diz Gilmar Mendes


O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes que atos antecipados de campanha de Luiz Inácio Lula da Silva e Jair Bolsonaro poderão levar à condenação por abuso de poder econômico e à cassação de uma eventual diplomação caso sejam financiados de maneira irregular.

Na semana passada, Gilmar foi voto vencido em decisões que rejeitaram processos contra os dois pré-candidatos sob a acusação de antecipação da campanha eleitoral. Segundo ele, o tribunal voltará a discutir o assunto em fevereiro e poderá adotar uma posição mais “enfática”.

Em sua avaliação, a pergunta que deve ser respondida é não apenas se há campanha antecipada, mas quem a está financiando. “Há estruturas aí que já passam – jatinhos, deslocamentos de caravanas, ônibus, reunião organizada de pessoas e tudo mais. Tudo isso precisa ser avaliado. Acho que esse vai ser o tema do tribunal já em fevereiro”, afirmou o ministro em Washington, onde participou de assinatura de convênio que prevê o envio de observadores da Organização dos Estados Americanos (OEA) para acompanhar as eleições presidenciais do próximo ano. “Alguém está financiando isso.” (mais…)

Enem para presos e segunda aplicação começam nesta terça-feira (12
Cerca de 32 mil pessoas privadas de liberdade farão hoje (12) e amanhã (13) as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em mais de mil unidades prisionais de 577 municípios. Também será realizado hoje e amanhã o Enem para os participantes que tiveram direito a uma segunda aplicação do exame.

O Enem para Pessoas Privadas de Liberdade (Enem PPL) é destinado a pessoas submetidas a penas privativas de liberdade e jovens sob medida socioeducativa que inclua privação de liberdade. Os participantes com mais de 18 anos poderão utilizar o desempenho como mecanismo para acesso à educação superior. Já os menores de 18 anos, considerados “treineiros”, só poderão utilizar os seus resultados individuais para a autoavaliação de conhecimentos. (mais…)